EUA devem reportar emissões

Por Carolina Derivi

O primeiro passo do governo Obama para regulamentar as emissões de gases de efeito estufa (GEE) já foi dado.Este mês, a Agência de Proteção Ambiental americana (EPA) apresentou um projeto para obrigar os principais setores industriais do país a medir e reportar a produção de carbono e de outros GEE anualmente.

“Os nossos esforços para enfrentar as mudanças climáticas precisam ser guiados pela melhor informação possível”, diz a administradora da EPA, Lisa Jackson, em release publicado no site da agência.  David Doniger, diretor de um dos mais importantes grupos ambientalistas americanos, o Conselho de Defesa dos Recursos Naturais (NRDC, na sigla em inglês), disse que a medida “é a base para qualquer programa sério para taxar e reduzir a poluição ligada ao aquecimento global”, em entrevista ao jornal The New York Times.

O projeto da EPA vai poupar os pequenos empreendedores de novos encargos, em um período de brutal recessão. A obrigação de reportar será apenas daqueles cujas emissões superem 25 mil toneladas por ano, o que equivale à pegada de cerca de 4.500 veículos de passeio. Ainda assim, segundo a agência, a medida deve contemplar entre 85% e 90% do total das emissões anuais americanas.

O piso de 25 mil toneladas não se aplica às empresas, mas às suas instalações.  Ou seja, cada prédio, usina ou fábrica que exceder esse limite deverá ter um relatório correspondente.  A EPA estima que a nova regra custará US$ 160 milhões ao setor privado no primeiro ano e US$ 127 milhões nos anos seguintes.  Se aprovada, o primeiro balanço de emissões dos EUA deverá ser concluído em 2011, com base em dados de 2010.  A proposta segue para consulta pública durante 60 dias.

Deixe uma resposta