África possível

Fotos e texto de Jorge Novais, do Senegal

O muito que ainda se retira e explora da África não parece fazer falta para o moleque roto, pé no chão, equilibrista de um sonho que alimenta sua alma infantil. Na escola, à beira do rio Senegal
malcheiroso, o corpo cresce alegre.

Nas crianças, é nítida a esperança de um continente que ofereça tempos melhores a seu povo, nosso ponto de origem. Nelas, mora uma África possível.retrato8

retrato7

retrato6

retrato5

retrato3

Retrato1

retato

Deixe uma resposta