Última – Pode levar

Praticamente toda semana, Nano Gontarski pendura potes improvisados com mudinhas de manjericão na frente de sua casa, no bairro paulistano de Pinheiros. “Nem sei quantas já doei”, conta. Ele acredita que, assim, outras pessoas tomarão gosto por produzir mais alimentos em casa. Assim que a plantinha enraíza, lá vai ele doá-la ao mundo.

“Minha principal motivação é pensar que, levando essas mudinhas, as pessoas tenham, por menor que seja, interação com uma planta”, diz. Mas seu prazer é também o de mexer na terra e experimentar. Ele agora tenta produzir salsinha e erva jambu. Esta fotografia Nano tirou quando saía para o trabalho. A nós, da PÁGINA22, conta que não imaginava que a foto iria parar longe. Assim são as sementes, não é mesmo?

Deixe uma resposta