Dia Sem Pressa marca primeiro festival da cultura slow no Brasil

No dia 22 de setembro, das 10 às 19 horas, o movimento Desacelera SP e a Unibes Cultural realizam em São Paulo-SP o Dia Sem Pressa – Slow Day, com o objetivo de refletir sobre o slow living (viver sem pressa), mas também para viver um momento de pausa. Será o primeiro festival da cultura slow no Brasil, inspirado no Slow Food.

“Viver sem pressa não é necessariamente viver devagar, mas questionar a velocidade como norma e a pressa como regra. É parar para pensar quando faz sentido correr e quando corremos, porque isso é o que todo mundo faz”, explica a jornalista Michelle Prazeres, idealizadora e curadora do evento. Segundo ela, ser slow é sentir o que se está fazendo com presença e atenção plena. “É valorizar as relações e a convivência. É conectar (-se).”

A programação inclui vivência de yoga, meditação, mindfulness, mindful eating, dança circular, rodas de diálogo, workshops e palestras, brincadeiras para adultos e crianças e será encerrada com um show intimista do músico Chico Salem. Haverá também uma estação dedicada à alimentação saudável, orgânica e natural e uma feira para exposição e venda de produtos conectados ao conceito do encontro. O Festival de Cervejas Artesanais Slow Brew terá um estande, onde servirá as bebidas e oferecerá bate-papos com mestres cervejeiros em seções ao longo do dia.

Movimento slow

O Dia Sem Pressa ativa uma rede de pessoas, organizações, coletivos e projetos conectados com a causa SLOW. Inspirado no precursor Slow Food, o slow movement busca valorizar as relações humanas, a vida simples, o bem-estar e se traduz em conviver, contemplar, refletir, deixar fluir, cuidar, brincar, desfrutar. São sinônimos de desacelerar o resgate do natural, do orgânico, do artesanal.

Informações completas aqui.

Confira abaixo a programação:

Programação ao ar livre

Caminhada desbravadora: o  Desbravadores de Sampa conduzirá os participantes de uma região central, com barulho e grande movimento a uma região tranquila onde o som mais frequente é dos cantos dos pássaros na região do Pacaembu. O percurso se iniciará na estação Santa Cecília e finalizará na Unibes Cultural (ao lado da estação Sumaré), onde o evento será realizado durante todo o dia.

Horário: saída às 14h (chegada na Unibes às 17h) | Ponto de encontro: Estação Santa Cecília | Modalidade: caminhada | distância: 4km

Programação no Pátio Unibes– Rua Oscar Freire, 2.500 (metrô Sumaré)

A partir das 10:00 Cabines de cochilo
10:00 Laboratório de Afetos
10:00 Abertura e boas vindas – Prática aberta de Yoga
10:30 Feira de trocas de brinquedos
10:30 Oficina de Horta em vasos freáticos
10:30 Oficina de carimbos e cadernos
10:30 Musicalização (para crianças)
11:15 Pensata Criança, consumo, tempo e infância
11:30 Vivência de mindfull eating
11:30 Atividades físicas para crianças
12:30 Roda de diálogo sobre slow medicine
12:45 Pensata Viver em São Paulo: Mobilidade Urbana
13:30 Música para estar
14:00 Vivência de Movimento Consciente
14:30 Brincadeiras tradicionais (crianças)
14:30 Oficina de tear Manual
14:30 Oficina de estamparia Manual
14:45 Pensata Indicador de Bem Viver e Convivência
15:00 Cantinho das sementes mágicas
15:00 Vivência de mindfulness
15: 30 Bate-papo “Pausar: o sono e o descanso na vida moderna”
15:30 Arte livre (para crianças)
15:45 Pensata “Dá pra ser feliz agora?”
16:15 Pensata “Tempo, gestar e nascer”
16:35 Pensata “Slow para sua vida”
16:00 Roda de diálogo Narrativas afetivas
17:00 Meditação
18:00 Apresentação Musical de Chico Salem
19:00 Encerramento

Programação contínua no Pátio Unibes

Kombi dos sonhos (Slow kids)
Experimento de conexão e escuta ativa (com La Gracia Design)

Programação da Sala Mutiúso

10:30 Workshop “Quais são os gatilhos que te fazem perder a Calma e como lidar com eles”
11:45 Experiência com projeto imersões noturnas e bate papo com o autor
14:30 Vivência de dança circular
15:45 Vivência de diagnóstico da curadoria humana

Leia mais sobre o tema nestas edições da Página22: Tempo e Menos!