Chamada de Soluções Baseadas na Natureza

INSCRIÇÕES PRORROGADAS ATÉ 22 DE AGOSTO

Você tem uma proposta de solução baseada na natureza para resolver um problema real?

Empresas, governos, pesquisadores ou representantes da sociedade civil organizada podem enviar propostas de iniciativas já implantadas e com resultados, ainda não implantadas ou em fase inicial de implantação – desde que baseadas em demandas reais. Os cases devem trazer uma proposta de solução de um problema real, identificado em qualquer setor da sociedade, que tenha Soluções Baseadas na Natureza como resposta predominante ao problema apresentado, com demonstração de benefícios sociais, econômicos ou ambientais, além de seu potencial na contribuição às estratégias de adaptação à mudança do clima.

As propostas recebidas serão analisadas por um comitê formado por especialistas da Fundação Grupo Boticário, do Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV EAESP (GVces) e convidados. Os cases selecionados serão divulgados em uma edição especial sobre Soluções Baseadas na Natureza da P22_ON, publicação da Revista PÁGINA22 voltada para um público antenado com as tendências e temas estratégicos da sustentabilidade. Não perca a oportunidade de mostrar seu case de sucesso para o mundo!

Clique aqui para se inscrever.

Mais informações no Regulamento. Caso não encontre a resposta para sua dúvida, envie um e-mail para desafio@fundacaogrupoboticario.org.br

Saiba mais sobre o Plano Nacional de Adaptação à Mudança do Clima e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU.

ADAPTAÇÃO BASEADA EM ECOSSISTEMAS

Os impactos da mudança do clima são o maior desafio que a humanidade terá que enfrentar. As propostas apresentadas devem ter esse olhar sobre o impacto da mudança do clima na região e identificar se a iniciativa consegue reduzir esses impactos na sociedade, de certa forma, ou contribuir para o processo de adaptação e aumento de resiliência. Para ajudar a identificar os impactos dessas mudanças, o regulamento da chamada traz um mapa anexo, com as principais projeções de impacto da mudança do clima no Brasil.

Deixe uma resposta