I Seminário Slow Food São Paulo- Propostas para uma alimentação boa, limpa e justa

No Dia Mundial da Alimentação o Instituto Slow Food São Paulo promove seu primeiro seminário tendo como foco principal a centralidade do alimento e contará com a participação de especialistas para falar perspectivas do sistema de produção e consumo de alimentos e também sobre a questão cultural e biodiversidade.

No seminário Dia Mundial da Alimentação – Propostas para uma alimentação Boa, Limpa e Justa o Slow Food e seus convidados vão focar o debate nas perspectivas do sistema de produção e consumo de alimentos e também na questão cultural e da biodiversidade.

No primeiro debate “Panorama e Caminhos do Sistema de Produção e Consumo de Alimentos”, participam da mesa Carmem Silvia Carmona de Azevedo, do COMUSAN (Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional – SP), João Paulo Amaral, do IDEC (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), Rafael Georges, da Oxfam / Campanha Cresça, Arpad Spalding, do Instituto Kairós e Roberto Graziano, da ABAST (Secretaria do Abastecimento do Município de São Paulo / Projeto Feiras Orgânicas)

No segundo debate “Cultura, Ecogastronomia e Biodiversidade”, participam Maria Helena Caldas, historiadora, pós graduada pela USP em Patrimônio Cultural e Meio Ambiente e Associada Slow Food, Ana Maria Ruiz Tomazoni, doutoranda em Educação pela PUC/SP, proprietária da Escola de Gastronomia Sabor e Saber e associada Slow Food, Marcelo Traldi, professor pesquisador do Centro Universitário SENAC/SP e associado Slow Food, Mara Salles, chef e proprietária do restaurante Tordesilhas e associada Slow Food, Claudia Mattos, chef e proprirtária do Bistro ZYM, apoiadora do Projeto Gastromotiva e associada Slow Food e Georges Schnyder, diretor executivo da Revista Prazeres da Mesa e Associado Slow Food

Carlo Petrini, presidente do Slow Food Internacional afirma em seu artigo Alimentos que transformam o mundo: “Com o alimento no centro das atenções, há mais oportunidades para preservar a fertilidade do solo e a salubridade da água e do ar, para defender a biodiversidade e a paisagem, para defender a nossa saúde, a nossa consciência e a nossa memória; para que possamos resgatar o prazer, a sociabilidade, o convívio, e compartilhamento. Todas estas oportunidades serão em vão se não aceitarmos a volta à terra, a luta contra o desperdício, a construção de economias locais e a importância de uma educação permanente. Precisamos reafirmar o direito universal ao alimento.”

16 de outubro de 2012 (13h às 18h)

Câmara Municipal de São Paulo – Auditório Prestes Maia (Viaduto. Jacareí, 100 – 1º andar)

Evento gratuito.

Para mais informações sobre o Slow Food acesse: www.slowfoodbrasil.com e www.slowfood.com

PROGRAMAÇÃO

I Seminário Slow Food São Paulo − Dia Mundial da Alimentação

13h – Abertura: Propostas para uma alimentação Boa, Limpa e Justa

Gilberto Natalini – vereador e presidente da Comissão Extraordinária Permanente do meio Ambiente da Câmara Municipal de São Paulo e Cenia Salles – presidente do Instituto Slow Food São Paulo

13h30 − Panorama e Caminhos do Sistema de Produção e Consumo de Alimentos

Carmem Silvia Carmona de Azevedo − COMUSAN (Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional – SP)

João Paulo Amaral − IDEC (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor)

Rafael Georges − Oxfam / Campanha Cresça

Arpad Spalding − Instituto Kairós

Roberto Graziano − ABAST (Secretaria do Abastecimento do Município de São Paulo / Projeto Feiras Orgânicas)

Mediadora: Reiko Miura, jornalista e associada Slow Food

15h50 − Cultura, Ecogastronomia e Biodiversidade

Maria Helena Caldas − historiadora, pós graduada pela USP em Patrimônio Cultural e Meio Ambiente e associada Slow Food

Ana Maria Ruiz Tomazoni − doutoranda em Educação pela PUC/SP, Escola de Gastronomia Sabor e Saber e associada Slow Food

Marcelo Traldi − professor pesquisador do Centro Universitário SENAC/SP e associado Slow Food

Mara Salles − chef do restaurante Tordesilhas e associada Slow Food

Claudia Mattos − chef do Bistro ZYM, apoiadora do Projeto Gastromotiva e associada Slow Food

Georges Schnyder − diretor executivo da Revista Prazeres da Mesa e associado Slow Food

Mediador: Mauricio Fonseca, coordenador do Prêmio Culturas Indígenas e associado Slow Food

18h – Encerramento

Exposição de produtos da Arca do Gosto e das Comunidades do Alimento Certificado de participação

Serviço:

Realização: Instituto Slow Food São Paulo

Apoio: Câmara Municipal de São Paulo – Comissão Extraordinária Permanente do Meio Ambiente da CMSP – gabinete do vereador Gilberto Natalini, ABAST, COMUSAN, IDEC, Oxfam, Instituto Kairós, Gastromotiva, Prêmio Culturas Indígenas, Prazeres da Mesa, Escola de Gastronomia Sabor e Saber, Restaurante Tordesilhas, Bistro ZYM, Sitio do Bello

Contato para imprensa:

Cenia Salles – (11) 3589-3205 cel: (11) 98334-7856 – saopaulo@slowfoodbrasil.com

Deixe uma resposta