Reportagem dá voz a pessoas que vivenciam a água de diferentes maneiras, inclusive a falta dela

Por meio de textos, entrevistas, infográficos, fotos e vídeos, os moradores da grande São Paulo se aproximam de uma realidade aparentemente distante e podem entender com profundidade o ciclo da água que chega todos os dias em suas casas, em um cenário de crise hídrica na capital.

2000eaguaEstá no ar o Projeto 2000 e água*, grande reportagem hipermídia que realiza uma profunda imersão na crise de abastecimento de água vivida pelo Estado de São Paulo, pela integração de vídeos, fotos, textos, entrevistas e infográficos.

Enquanto os níveis dos reservatórios que abastecem 25 milhões de pessoas não param de baixar e veículos de comunicação alardeiam uma verdadeira guerra entre autoridades, o especial dá voz a pessoas quem vivenciam este importante recurso ­ e a falta dele ­ de diferentes maneiras.

Dos mananciais aos córregos, do campo à cidade, do abastecimento à má gestão e do uso ao desperdício. A partir da história de vida de duas moradoras da comunidade São Remo (Zona Oeste de São Paulo), de um senhor que dedica a vida a recolher o lixo do rio Atibaia (interior do Estado) e de um paulistano que cresceu nadando nas águas do rio Pinheiros, a reportagem coletou dados e conversou com especialistas em planejamento, educação ambiental e esgotamento sanitário.

Após um amplo mergulho no ciclo social da água, o internauta conclui sua visita ao especial assistindo ao minidocumentário “Planos submersos”, que retrata a marcante história de pessoas que tiveram que deixar suas casas há 40 anos para a construção do Sistema Cantareira e, hoje, assistem ao reaparecimento delas com a seca dos reservatórios.

Reiniciando o ciclo, a reportagem também mostra a angustiante realidade de quem terá suas terras desapropriadas para a construção de mais uma barragem no rio Jaguari. Em quatro meses de pesquisas e entrevistas, o 2000 e água presenciou momentos em que o ciclo da água cruza com o infreável crescimento urbano, e convida todos a conferirem este processo de uma maneira nunca antes vista. O endereço é www.2000eagua.com.br.

*O 2000 e água, nome que faz referência ao colapso hídrico prenunciado para os anos 2000, é um projeto de seis estudantes de Jornalismo da Universidade de São Paulo.

Deixe uma resposta