Informação para o novo século

De lá pra cá

02.04.2010

Ao mestre, com carinho

Comentários por Regina Scharf # em De lá pra cá

COMPARTILHE:
  • Facebook
  • Twitthis
  • del.icio.us
  • FriendFeed
  • Google Bookmarks

 

teveVocê é professor/a? Conferencista? Precisa de vídeos e material gráfico que o ajudem a falar de sustentabilidade de forma simples e direta?

Em posts passados, indiquei boas fontes de gráficos, websites e filmes com enfoque socioambiental que podem ser extremamente úteis em seus projetos didáticos. Agora, sugiro diversas fontes de vídeos com apelo ambiental que você pode baixar da internet ou assistir on line.

Youtube.com – A megavideoteca virtual talvez não seja um bom lugar para buscar vídeos ambientais, embora ofereça um volume impressionante de material. Encontrar uma agulha nesse palheiro pode ser uma atividade cansativa, e  um dos motivos é que ele não tem uma categoria que agrupe vídeos ambientais. O tema está distribuído entre as categorias “Não Governamentais”, “Ciência e Tecnologia” e “Educação”, dentre outras. A boa notícia é que, se você digitar “environment” – meio ambiente em inglês -, verá uma lista de 13.500 vídeos. Se digitar “meio ambiente”, aparecerão 10.000. Ou seja, brasileiros e outros lusófonos  ocupam uma porção significativa da videoteca do YouTube. As suas chances de se dar bem se procurar material em português são grandes.

Hulu – Já o principal concorrente do Youtube (e uma grande fonte para quem curte seriados norte-americanos) oferece um canal específico para a temática ambiental e é bem mais agradável de se navegar. Ele reúne programas sobre construção sustentável, estilos de vida de baixo impacto e debates televisados. Só que o Hulu exige que você se registre gratuitamente para visitar uma boa parte do conteúdo. Além disso, não consegui encontrar nenhum vídeo em português nos seus estoques.

Green.tv – Reúne canais produzidos por diversas não-governamentais (inclusive WWF, IUCN, Oxfam e Greenpeace) e pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma). Visite, também, o canal Your Green, que reúne vídeos amadores ou de gente que busca o seu espaço.

Se você preferir mapear toda a web em busca de temas específicos, talvez seja melhor visitar um serviço de busca de vídeos. Tente estes:

Clicker – Provavelmente o mais completo e ágil catálogo de vídeos virtuais do mercado, ele rastreia mais de 2 mil websites. Ele lista 600 mil episódios de seriados de televisão que podem ser assistidos na íntegra e 50 mil filmes (alguns são gratuitos, outros exigem pagamento de uma pequena taxa). Você pode buscar o que quer por título, palavra-chave ou em uma das 1.400 categorias pré-definidas. Os resultados são listados cronologicamente.

Videosurf – A diferença do Videosurf é que ele expõe na tela, simultaneamente, imagens de diferentes trechos de cada vídeo. Assim, você pode escolher em que ponto quer entrar e não perde dez minutos esperando pelo filé mignon do vídeo.

Ovguide – A vantagem deste mecanismo de busca é que ele faz um ranking das produções conforme a sua popularidade.  Os resultados também passam pelo crivo de uma equipe de controle de qualidade técnica. Ele reúne os filmes ambientais numa categoria específica  (que inclui Animal Planet, Discovery Channel e National Geographic). Também tem uma boa seleção de canais latinos, com produções jornalísticas em espanhol e português. Além disso, se você busca vídeos em árabe ou filipino, encontrou uma boa fonte.

Comentários

Revista Página 22 - Centro de Estudos em Sustentabilidade da EAESP - FGV
Alguns Direitos Reservados.